compartilhar

Baterista do RPM, Paulo P.A. Pagni morre aos 61 anos

Músico estava internado em hospital de Salto (SP), desde mai

O baterista da banda RPM, Paulo P.A. Pagni, morreu aos 61 anos, na manhã de sábado (22), em Salto, interior de São Paulo. O músico foi vítima de uma insuficiência respiratória e broncopneumonia, segundo o Hospital São Camilo, onde ele estava internado desde o dia 14 de maio.

P.A. foi velado em Araçariguama, neste domingo (23), cidade onde vivia, no estado de São Paulo. Amigos, familiares e os atuais integrantes da banda, Luiz Schiavon, Fernando Deluui e Dioy Pallone, compareceram para dar um último adeus ao baterista.

Paulo P.A. Pagni estava na banda desde 1985 e ingressou no RPMdurante as gravações do álbum de estreia, "Revoluções Por Minuto". Veja o post que o grupo de rock fez, no Instagram, em homenagem ao baterista:




O ex-vocalista e fundador do RPMPaulo Ricardo, fez também uma postagem para o antigo colega de banda. Confira a seguir:

 

Fonte: Vagalume

COMENTÁRIOS